A secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso, participou neste domingo, 26 de janeiro, da primeira atividade de ativação do Polo de Ecoturismo da Cantareira, que contou com oficinas de orientação e qualificação, caminhada, atividades de bem estar, além do show do grupo de samba Fundo de Quintal, que fez parte das comemorações dos 466 anos de São Paulo no Parque Estadual Alberto Loefgren – Horto Florestal.

Mais de 40 mil pessoas estiveram presentes no evento de lançamento do Polo de Ecoturismo da Cantareira, que é presidido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, e conta com um grupo de trabalho com a participação de 11 Secretarias Municipais para promover o desenvolvimento territorial da região por meio do ecoturismo, movimentando a economia local e a geração de renda.

A região da Cantareira também acaba de ser inserida no Investe Turismo, uma parceria do Ministério de Turismo e a Embratur, que já atua na Capital com fomento aos pólos no Centro Histórico e na região de Parelheiros.

O início foi às 9h com caminhada pelo parque e visita ao Museu Histórico Octávio Vecchi. As apresentações musicais começaram às 12h, com o grupo do Coral Guarani, da Aldeia Jaraguá, as cantoras Teresa Rocha e Vânia Regina, o Samba da Pracinha, e o grupo Fundo de Quintal.

“Precisamos explorar turisticamente a Cantareira, para que haja mais pessoas visitando e cuidando dessa maravilha. Um pedaço de mata atlântica, no meio da cidade”, destacou a secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso.

Em homenagem ao cinqüentenário do Instituto Florestal, celeiro da pesquisa da biodiversidade no país, as autoridades presentes e representantes da sociedade civil realizaram o plantio de espécies nativas da Mata Atlântica, como Ipês, Sibipirunas e Palmito-Juçara.

Durante todo o dia os visitantes puderam participar de oficinas de gostos e hábitos sustentáveis, promovido pelo Observatório da Gastronomia, colegiado vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho. Teve ainda artesanatos, foodtrucks, massoterapia e barracas diversas e orientações profissionais com a equipe da Agencia São Paulo de Desenvolvimento – Ade Sampa e Sebrae.

“Queremos ver este espaço cada vez mais cuidado, que as pessoas utilizem as diversas trilhas que há no parque, as oportunidades gastronômicas e fazendo o ecoturismo podemos incentivar a preservação do meio ambiente. Esta parceria do prefeito Bruno Covas e do governador João Dória é importante para o desenvolvimento local”, destacou o secretario estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido.

O Polo de Ecoturismo da Cantareira foi instituído pela Lei Municipal nº 16.832, de 7 de fevereiro de 2018. “Com o lançamento do Polo, queremos que o Parque da Cantareira, o Horto Florestal e vários outros espaços próximos possam ser mais estruturados para receber turistas. Nesta parceria haverá mais empreendedores e opções gastronômicas aos visitantes”, completou Aline Cardoso.

Estiveram presentes o diretor geral do Instituto Florestal, Luís Alberto Bucci, subprefeita da Freguesia do Ó/ Brasilândia, Sandra Santana, o presidente do Sebrae, Tirso Meirelles e o secretário Municipal de Turismo, Miguel Calderaro Giacomini.