A Escola Técnica de Saúde Pública Professor Makiguti, primeira escola voltada exclusivamente para saúde pública do Brasil, promoveu nesta quinta-feira, 1 de novembro, a 20ª edição da Feira de Saúde. O evento tem como objetivo aproximar a instituição da comunidade local por meio de ações que utilizam o conhecimento de alunos e professores para melhorar a qualidade de vida dos moradores da região de Cidade Tiradentes.

       O prefeito Bruno Covas, a secretária municipal de Desenvolvimento Econômico, Aline Cardoso, a diretora geral da Fundação Paulistana de Educação, Tecnologia e Cultura, Jasmin Eymery, visitaram a Feira acompanhados da supervisora da Escola Makiguti, Valdirene Tizzano da Silva.

“Além de ser referência em qualificação técnica e profissional na área de saúde, a Escola Makiguti cumpre um papel fundamental no desenvolvimento econômico de Cidade Tiradentes. Boa parte dos alunos formados pela instituição trabalham nos equipamentos de saúde da região, estimulando a geração de emprego e renda no local”, afirma Aline Cardoso.

A Feira de Saúde fez parte das atividades da Escola Makiguti entre 2005 e 2012, tendo sido retomada em 2016. Realizada semestralmente pelos alunos, com supervisão dos coordenadores de curso, recebe um público aproximado de 2 mil pessoas por edição e inclui atividades multidisciplinares que contribuem com a qualificação de futuros profissionais em competências exigidas por um mercado de trabalho em constante transformação.

A programação da feira contou com atrações ligadas aos cursos oferecidos pela Escola Makiguti, que são Análises Clínicas, Farmácia, Gerência em Saúde, Saúde Bucal, Hemoterapia e Cuidados de Idosos. As especialidades terão salas temáticas para demonstrar aos visitantes algumas práticas de suas áreas e também explicar alguns aspectos da profissão e do mercado de trabalho.

O Coral Encanto da Melhor Idade, composto por 40 conviventes do núcleo de conivência de idosos, realizou uma apresentação especialmente para o prefeito Bruno Covas.

Atividades da Feira

O curso de Saúde Bucal apresentou aos presentes práticas como radiografia, remoção de sutura, preenchimento com amálgama de prata e resina composta, limpeza com jato de bicarbonato e biossegurança. A área também contou com um escovódromo, onde 50 crianças do CEI Nossa Senhora do Divino Pranto puderam aprender como realizar a escovação dos dentes de forma correta.

As rotinas de uma Unidade Básica de Saúde (UBS) foram atrações do curso de Gerência em Saúde. Os visitantes conheceram melhor o funcionamento de setores como recepção, arquivo e documentação do paciente.

Já o curso de Análises Clínicas apresentou vidrarias e pequenos equipamentos utilizados no laboratório, além de práticas de parasitologia, espermograma, urinálise e placas de bactérias – lâminas gram.

A área do curso de Farmácia contou com exposição de fórmulas como xarope, água boricada, tintura de iodo, pomadas, pó mentolado, cápsulas, além de itens de cosmetologia como sabonetes, shampoo, cremes iônico e não iônico, hidratante, perfume, desodorante e óleo bifásico.

O curso de Hemoterapia oferecerá uma exposição de lâminas, células sanguíneas, hematócrito e tipagem sanguínea, enquanto o de Cuidados de Idosos apresentou as ações do curso oferecido pela escola Makiguti.

Sobre a Escola Makiguti

A Escola Técnica de Saúde Pública Professor Makiguti foi inaugurada em 2005, sendo a primeira escola voltada exclusivamente para saúde pública do Brasil. Até o primeiro semestre de 2018, foram formados 2.947 auxiliares e 6.452 técnicos profissionais.

Atualmente, a escola oferece os cursos técnicos de Análises Clínicas, Farmácia, Gerência em Saúde, Saúde Bucal, Hemoterapia e Cuidados de Idosos. Ao todo, a instituição promove dois processos seletivos por ano e oferece anualmente 1.080 vagas.