A vereadora e secretária municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho contou a sua trajetória profissional e destacou a importância da igualdade de gênero

O Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU) realizou nesta terça-feira, 12 de março, na Casa Metropolitana de direito – Campus Liberdade, a palestra MulheRIS – Mulheres nas Relações Internacionais. A ação teve o propósito de debater a participação da mulher na área de relações internacionais e no mercado de trabalho. Ao todo, 350 alunos do curso superior de Relações Internacionais acompanharam a palestra e troca de experiências.

A secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho da Cidade de São Paulo, Aline Cardoso, e a Embaixadora e Subchefe da ERESP, Irene Vida Gala, foram convidadas para a palestra com o objetivo de expor suas opiniões e valores sobre a importância da igualdade de gênero e a luta de espaço que a mulher enfrenta no mercado profissional. As palestrantes descreveram e contaram as suas respectivas trajetórias profissionais e vivências.

“Antes da política eu trabalhei com relações internacionais. Sendo mulher, jovem e inexperiente, tive que provar meu valor em inúmeras situações as quais grandes líderes e representantes de corporações ao me ver nesta função não acreditavam no meu potencial. Mesmo assim, segui em frente e não desisti, me preparei, estudei e mostrei a minha capacidade de atuar nas relações internacionais. Hoje sou vereadora (licenciada) e secretária da Prefeitura de São Paulo, é preciso ter coragem para enfrentar os desafios que o mundo profissional nos propõe”, declara Aline Cardoso.

Após a apresentação das convidadas, foi aberto o espaço para perguntas e opiniões dos alunos participantes. O evento foi organizado pela aluna do curso de Relações Internacionais e presidente do IntegRI, Carina Beje.

“Independentemente da área de atuação, é fundamental estudar e entender o cenário ao qual você está trabalhando. Em relações Internacionais, por exemplo, não basta conhecer geograficamente um país, mas sim os costumes, a cultura e hábitos daqueles que vivem ali, pois estas informações são fundamentais para quem deseja exercer a profissão”, ressalta aos alunos presentes a Embaixadora Irene Vida Gala.